9.12.07

Antítese



Antítese

do Lat. antithese < Gr. antíthesis, oposição
s. f., Ret.,
oposição entre idéias ou palavras;
por ext. contrário.

Ela o viu chegando em seu cavalo branco de palavras amorfas, todas deturpadas pelo sentido que seu coração queria lhes dar. Seu corpo inteiro tremeu invadida por uma onda letárgica de verbos e conjunções, estruturas morfossintáticas e concordâncias gramaticais.

A língua sempre prega peças delicadas e tênues, invisíveis. A palavra cantada sempre fora música aos seus ouvidos, e o trovador cheio de cânticos, um posseiro indetectável antes de reforçar seus alicerces duradouros e dolorosos.

Suas formigas operárias trabalharam incessantemente em construir a torre onde se aprisionaria pelo tempo de uma eternidade. E suas longas tranças teimaram em curvar-se aos céus, para que jamais chegasse ao chão novamente.

A felicidade parecia querer lhe servir de ama, mas a tristeza e o medo jamais abandonaram seu criado-mudo. A esperança lhe serviu de espelho, refletindo a amargura em sua cama. E então ela abraçou o inimigo, planejando fugir com ele para o reino das ilusões...

O castelo desabaria, as tranças seriam cortadas, as formigas esmagadas, as palavras esquecidas, o cavalo esfumaçaria, e o príncipe seria alvo de um raio fulminante da ira de Zeus.

As idéias virariam luxo, as artes virariam tapetes, as canções virariam cantigas, e as concordâncias se enterrariam a sete palmos do chão, bem próximas do inferno.

O inimigo era feito de ausência, de silêncio e de solidão.

Um comentário:

biu's disse...

olááá, adorei essa poesia \o/

arrasou!
=*