9.1.08

Mulheres também broxam... (com x, consultado no dicionário)



Era uma vez uma mulher e seu ex, que não se falavam desde que terminaram uns cinco anos antes, e acabaram se encontrando de novo pela internet.

Papo vai, papo vem, a danada resolveu convidar o ex para um chopp. Estava carente, ele tinha sido uma das melhores transas da vida dela, e ela não viu nada demais em tentar um revival casual, já que ele também estava solteiro.

Chopp vai, chopp vem, ela joga a cartada final e consegue levar o moço pro motel. Chegam lá, cumprem todos os ritos iniciais de passagem, ela percebe que o moço ainda dá o caldo que ela lembrava, se anima, aí em determinado momento ele morde a coitada.

Ainda atordoada ela pensa que ele não tinha esses hábitos antropofágicos quando se conheceram. Broxou. Hora de disfarçar.

_ Querido, vamos mais devagar, ainda tô meio constrangida com essa situação.
_Ok, eu entendo, é complicado mesmo depois de tanto tempo.
_Isso, é bem estranha essa coisa de se reencontrar e já ir assim pra cama direto.
_Tudo bem, querida, vamos conversar mais um pouco.

Papo vai, papo vem, a coisa esquenta novamente. "Ele está mais magro mas ainda tem uma pegada boa". "Nossa, essa bunda continua espetacular"

Já no meio dos amassos, quer dizer, no fim dos amassos, quando ela não se aguenta mais, ele diz algo que ela não escuta muito bem no começo mas percebe que no fim tem um nome que não é dela .

Broxou de novo, dessa vez sem disfarçar.

Um comentário:

Klotz disse...

Morrendo de rir.
Noutro dia eu estava conversando com uma amiga (mó gostosa) quando ela falou alguma coisa que me arrepiou os cabelos.
- Quando a gente ouve o homem dizer o nome de outra na hora da transa não dá. Broxa. Num sobe!
- Num sobe? Muié? Dei uma sonora gargalhada antes de...
Ah, deixa para lá...