20.2.08

Enganos












Você podia me dizer,
podia me avisar.
Cansei de te esquecer.
É fácil viver assim?
Me diz se for engano,
me diz se for profano,
me diz se for ruim.
Me diga que errei.
Me coma, mas sem
dizer que não me ama,
isso eu já sei.
Me torne um instrumento
da vossa vontade,
mas não peque
ao dizer a verdade.
Não me sacio mais
com seus beijos amargos,
meros afagos de pena.
Devoro teu corpo
e nem sinto rastro de culpa
ou remorso por me iludir
Sugo a tua alma pequena
e mesmo assim ainda te sigo,
por todos os caminhos,
sem cansar.
Não vou te perseguir,
vou te acompanhar...

2 comentários:

Cmd. Jåµë§ ßønd disse...

-= Alguém acordou inspirada hoje... por que será?

Nat disse...

Por que será...