12.3.08

E rolam os dados...

Boa parte da minha escrita ligeiramente viajante eu devo, com certeza, aos anos de RPG. Pra quem não sabe, RPG siginifica Role Playing Game, e é um jogo onde cada pessoa faz um personagem de acordo com uma história e um Mestre inventa uma narrativa onde cada um terá que rolar os dados para saber se vai se safar ou não da situação.

Eu e meus amigos nos encontrávamos todo dia das oito às dez para jogarmos. Às vezes era AD&D, às vezes Vampire, outras vezes era A Agência, que foi inventada por eles mesmos e tinha um final alucinante. Até eu cheguei a mestrar um jogo de Mago. Mal e porcamente, claro, mas eu me amarrei.

Ainda tenho a minha primeira ficha de AD&D, onde eu era Hana, uma maga das escolas de necromancia, abjuração, conjuração e elementais. Eu tinha também um desenho dela, mas esse eu não achei.

Mas eu só tou falando disso porque um amigo me mandou um e-mail contando que o Gary Gygax, o pai do RPG, criador do Dungeon & Dragons morreu no último dia 05. Ele ficou um longo tempo jogando dados com Deus. E perdeu.

Um comentário:

Gelsa Mara disse...

Oi Nat, também já joguei RPG (D&D e Lobisomen)e gostei muito, infelizmente há muito preconceito em relação à algo tão construtivo...Não sabia, até ler aqui, que seu criador morreu, é uma pena.