30.6.08

Se for dirigir, não beba...

... mas se for beber, me chama! Principalmente se for para ver isto aqui:

O Pior Site do Mundo!!!!

http://www.lalalalalalalalalalalalalalalalalala.com/

Mais...

29.6.08

O papo foi esquisito, mas a trilha sonora era perfeita (ou seria a voz dele?)

_ Dá em cima dele amiga...

_ Não, obrigada, me aposentei.

_ Ahhh fala sério, até parece que eu acredito...

_ Aposentadoria por invalidez, claro, que por tempo de serviço ainda vai demorar muito!!!!!!

--- x ---

_ Putz, sentei em cima da planta...

_ É uma Espada de São Jorge.

_ Caralho, sentar em cima da espada de São Jorge só pode significar que eu sou o dragão...

--- x ---

_ Cerveja comigo é assim: Pra subir é uma escada. Na hora de descer, fudeu, é rampa!!!

Mais...

26.6.08

Será que vai dar Samba?


Diante dos apelos dos torcedores do Mineirão pareceu que o Dunga não tinha um plano B para a seleção. Estávamos todos enganados. Já tem quase um mês que Dunga resolveu mudar de profissão e de cidade. Se ele tocar cavaco do jeito que comanda a seleção, preparem os ouvidos, porque a coisa vai feder...

Mais...

22.6.08

Torneirinha de Asneiras

Estou aqui regurgitando com meus botões e minha torneirona de asneirinhas, tal como Emília em sítio de picas e paus amarelos que, decerto, eram japoneses, mas minha mente ingênua não me permitia ver com os olhos de outrora infante. Olhos argutos de quem vê e quer ter o mundo em sua janela.

Se bem que sendo japoneses talvez o diminuto tamanho dos mesmos não me permitiam vê-los... Não sei, talvez esta seja definitivamente uma questão existencial traumática de infância que nem Freud explicaria...

Vai ver é por causa de Monteiro Lobato que eu sou assim...

Mais...

Todo Poderoso.

Ela me pede para apagar a luz.
Pra sempre, ela diz.
Eu peço para ela abrir os olhos, enxergar o sol, brigar mais.
A vida não é seriado de tevê, o círculo não vai se fechando em close no rosto, depois tudo apaga e acabou.
E por que não pode ser? Ela diz.
Porque o roteirista da nossa história teria que ser Deus.
E não é bom pensar assim? Ela diz.
Só se essa cena fosse um rascunho.

Mais...

10 razões para não se usar drogas num encontro...

Via Ryff.

Mais...

21.6.08

Guerreiro

Descubra e desbrave
o meu.
Bravo,
o seu.
Desfrute e Desgaste
o meu.
Engate
o seu.


---
O Pax faz esses poemetos aparecerem...

Mais...

Welcome to the Single Life...

_ A gente quase não sai mais...

_ Espera até eu entrar de férias, aí você vai ver... Vai preparando sua poupança...

_ Ok, tá tudo em cima!

_ Não essa, sua boba, a outra, do banco.

_ Ah, que pena!

_ Pensando bem, é melhor preparar essa também...

Mais...

18.6.08

Furta-Cor-Ofusca

Às vezes eu olho pro céu
e vejo uma semente piscante,
além, vejo um buraco furta-cor,
me roubando a cor dos seus olhos.
Talvez por isso eles (seus) sejam negros.
O piscante não é ofuscante,
por mais que rimem.
É um grãozinho, grão, pequenininho,
gigantesco em seu piscar.
Fecha os olhos, lamenta.
Abre os olhos, lamenta.
Piscam os olhos, semente.
Semente que olha, vidro,
de cor furtada.
Ofuscada.

Mais...

15.6.08

Devaneios madrugais...

Queria um dia acordar Ney Matogrosso.
Meu sangue latino me pouparia do vexame de morrer tão moço, e meu sangue cativo me libertaria na cauda de um pavão misterioso.
Tudo é mistério, e as aparências continuam enganando, até aos que odeiam.
Queria um dia acordar Ney e dormir alguém.

--- x ---

Ela escreveu meia dúzia de palavras no bilhete, se olhou no espelho, enxugou os olhos, a alma, e saiu.
Não tinha se dado conta que a mudança estava tão enraizada no seu ser. A coisa começava como uma fagulha, seguida de um grande choro, por conta de uma grande perda. Toda vez que pensava em mudar alguma coisa, acabava repensando aquilo que achava ruim, e seguia por mais um tempo.
Uma hora o repensamento não funcionava mais, e alguma coisa lá dentro mudava. Tentava controlar o mudar, porque quando o repensamento se tornava sensação, a mudança já tinha acontecido e nem se dava conta.
No espelho a imagem era igual a de sempre. Só quando o se dar conta saiu de dentro é que percebeu que jamais seria a mesma novamente.

Mais...

14.6.08

Eduardo e Mônica nos dias de hoje...


Amor em bytes...

Mais...

12.6.08

Pequenos grandes devaneios...

Vendo o jogo ontem cheguei finalmente à uma conclusão: Se Deus existe, ele é muito bom de bola...

Há sempre um décimo segundo jogador em campo, convocado pelos Pais Nossos antes, durante e depois do jogo. Todos os gols são atribuídos ao Senhor, o que nos leva a crer que ele é quase tão matador quanto o Clodoaldo, ex-Fortaleza.

--- x ---

O Carlinhos Chico César Bala tem conexão direta com O Homem. Ele disse que ouviu do cara lá de cima que ia ganhar o jogo ontem, depois daquele golzinho salvador lá em Sampa.

Eu, se pudesse, teria o Bala no meu time, afinal, uma ajudinha celeste é sempre boa, desde que o trote de chegada fosse com máquina zero, certamente.

--- x ---

E se eu acho que a coisa já tá ruim, pode ficar ainda pior... Em breve vai ter empresa de marketing vendendo espaço para mensagens nas camisas (de baixo) dos jogadores, fazendo sumir as mensagens de Deus é Bom, Deus é Fiel, Te Amo e coisas assim.

Quero ver se o TSE vai mandar expulsar um jogador que exibir sua preferência eleitoral depois de um gol... Opa, cala a boca Natalia, não dá idéia!!!

--- x ---

Mudando de pau pra pica, ou de futebol para a novela, mas ainda no assunto escalação, continuo intrigada com a distribuição dos papéis dessa novela nova: A Favorita.

Se tem duas coisas impossíveis de se acreditar é que a Cláudia Raia pode ser mais inocente que a Patrícia Pillar e que o Chico Diaz não é um sádico malvado de carteirinha...

--- x ---

O mundo está virando uma aberração só...

Mais...

8.6.08

Já escolheu sua musa?

Mais...

7.6.08

Devaneios questionadores...


Recentemente tive a oportunidade de trocar umas palavras com a Mônica Mattos pelo MSN. Nos despedimos com a promessa de que na próxima vez ela me responderia oficialmente a algumas perguntas que eu disse ter interesse em fazer à ela.


A Mônica é um personagem que me desperta bastante interesse, não só porque ela não é um personagem somente, e sim uma mulher, com cara de menina, de carne e osso, mas porque ela admite fazer o que gosta, e que na sua vida privada prefere somente "meninas", como ela mesma me disse.


Minha atração pelo lesbianismo se dá em parte por eu achar, em outra série de conversas com amigas (que pretendo publicar um dia), que boa parte da atração por outra mulher começa com um interesse grande que a pessoa tem em valorizar na outra o que há de belo nela mesma. Seria um sentimento parecido com inveja, que passa pela admiração, e depois, o amor.


Algumas têm esses instintos mais aguçados do que outras, e acabam por pôr em prática esse narcisismo às avessas em suas relações sexuais. Boa parte do que ouço delas me faz crer que algumas dessas mulheres não se sentiam admiradas pelos homens, e também não conseguem me responder com clareza se o problema não era dos homens que tiveram. Ao contrário, muitas concordam que receber um elogio de uma mulher é considerado um elogio e tanto, visto que as mulheres é que costumam reparar verdadeiramente nas mulheres, pelo menos é assim que algumas pensam, ao contrário de mim, que entendo que a admiração do homem pode parecer superficial, mas é mais intensa do que qualquer outra coisa...


Não quero entrar no mérito aqui se a homossexualidade é biológica, genética, ou casual, isso não me interessa. Também não quero que entendam o que eu estou dizendo como uma constatação de que a baixa auto-estima de algumas mulheres levam-nas a procurar outras mulheres. Mas vivo no meio de um fenômeno em massa de uma geração, a minha, que tornou possível expor suas preferências sexuais. Se elas gostam de meninos ou meninas, ou se gostam de uns e outros, elas fazem questão de dizer. Ainda estão dentro demais do fenômeno para procurar entendê-lo. Eu, por outro lado, estou de fora, e gosto de observar as pessoas que me rodeiam, então os questionamentos que me faço, acabo fazendo a elas também. Algumas percebem desde cedo a diferença de gosto, outras acabam por satisfazer sua curiosidade e não querem mais, mas a facilidade que algumas tiveram em achar o mundo que as satisfazia não teria acontecido há uns anos atrás, este é o foco dessas minhas palavras....


Não sei se a Mônica vai me responder se não faz da sua vida sexual uma exposição porque gosta de ser admirada pelos homens, mas na hora de se entregar prefere as mulheres porque a admiração delas representa algo muito superior ao que consegue com eles, alvo principal de um trabalho (sim, é trabalho). Não sei se ela vai me responder se é vaidade ou um resquício de baixa auto-estima que a leva a fazer seus filmes, ou só consegue se expor dessa maneira porque o que faz ali não é sua prioridade, não sei se ela vai me responder se entende a que grau ela sacia os fetiches masculinos, mas eu vou perguntar.


Não sei se ela vai me responder, porque não sei se ela quer pensar sobre isso. Já dizia uma amiga minha: "quem pensa não fode".

Mais...

6.6.08

Pode ser a gota d'água...


Mais...

5.6.08

Chico e o Flu

Saio revoltada com a revolta dos que só sabem falar mal do time para o qual não torcem. Se alguns torcedores fizeram torcida organizada (com 3.000 camisas) do Fla-Boca, o problema é desses três mil torcedores, e não meu.

Amo o meu time, mas não amo 100% das pessoas que torcem pra ele. Quis convencer-lhes que se fosse o Flamengo jogando contra o Boca, o Vasco (só pra dar um exemplo pra irritar a interlocutora vascaína) faria o mesmo.


Ela reluta, reluta, mas concorda.


Concordamos imediatamente mesmo é que o Fluminense só mereceu ganhar por causa dos belos olhos do Chico no Maracanã.


Por outro lado, meu tio que foi pra Paris ver Guga em Roland Garros, reclama pra família: "Que história é essa do Chico no Maracanã? Informado por fonte fidedigna (a mãe dele) que ele estava "en Paris", passava todos os dias em frente à casa dele aqui pra ver se o encontrava assim por um acaso".


Meu tio, que é Flamenguista e Chico de coração, se deu mal.


O Flu é que se deu bem!

Mais...