8.7.08

Complexo de Peter Pan ou Peter Pan complexado?

Meus amigos psicólogos e caretas vão dizer que desta vez endoidei de vez... A sorte é que tenho muito poucos amigos nessas duas categorias, a gente não costuma se dar muito bem.
Mas vamos voltar ao assunto que eu queria falar. Estava aqui pensando no velho papo dos complexos de Cinderela e Peter Pan, famosos livros que todos com mais de 40 já devem ter tido na cabeceira... e eu, por ser curiosa também li.
Na verdade, esses livros não são exatamente o que me interessam, mas sim a velha constatação de que homens são imaturos e mulheres sonham com príncipes encantados. Pra mim, as duas coisas entram no quesito imaginação e fantasia.
Porque pessoas adultas são tachadas de imaturas, infantis, até imbecis quando fazem determinadas coisas? A vida já é muito complicada pra deixar de fora dela o lado lúdico do ser humano.
Por que é tão difícil imaginar um Fantástico Mundo Adulto de Bob, ou uma Alice em um país das maravilhas adultas? Porque o mundo embruteceu, ficou de mau humor, envelheceu sem ter a necessidade.
Peter Pan não é uma criança que não quer crescer, é apenas uma pessoa crescendo, sem deixar de lado a brincadeira, a diversão, e sem abrir mão das responsabilidades, afinal, todo mundo tem seu chefe Capitão Gancho, louco pra enfiar as garras em você... Todo mundo necessita da sua Never Land, das suas batalhas herói-vilão, e das brincadeiras com os amigos.
Por que o Bob, a Alice e o Peter deveriam passar a vida inteira abrindo mão de viver suas aventuras fantasiadas, ou esquecer que possuem uma imaginação incrível? Por que eles não podem simplesmente usar essa imaginação pra combater inimigos diferentes e visitar lugares ainda mais interessantes?
Vou deixar vocês pensando aí em onde estão escondidos seus eusinhos imaginativos enquanto dou a mão ao Bob, ao Peter e à Alice e danço uma ciranda...

Vou dançar ciranda até o sol raiar
Vem dançar ciranda,
vamos meu bem balançar

7 comentários:

Charlie disse...

Fase filosófica, Nat?

Nat disse...

Charlie, eu sou que nem esse blog. Metade na filosofia, metade na putaria. Gosto assim...

Pax disse...

nuca li esses livros... porque será?

Bruno Stern disse...

O peter pan que não rola é quando o cara passa o dia inteiro no fantástico mundo de Bob ou na Terra do Nunca.

Samoça disse...

Oi Nat,

Esses livros foram fases que pulei... talvez por gostar de pular demais, eu pulei. Pulei muito. E eu pulo nessa ciranda... dançando... sem me preocupar com o que pareço aos olhos dos outros. Muito do que pulei, perdi... De outros pulos sinto falta... outros vou continuar pulando pelo resto da vida.
Beijo.
:)

Gwyn disse...

Vou pegar carona nos pulos da Samoça, eu tambem pulei a fase desses livros...
Afinal, o que eu mais gosto de viver e o lado crianca de todos que me cercam.

Cassiane Schmidt disse...

Olá, adorei o texto! Acredito que as pessoas acabam se embrutecendo com o passar dos anos!Nada melhor que acordar a criança feliz que há em cada um de nós!

Abraços
(~^~)