3.11.09

Tecnoromance

Naquele momento, não teve dúvidas: Ela era a mulher da sua vida. De filmadora em punho, pensou "Preciso registrar esse momento para que meus filhos e netos saibam a hora exata em que nós nos apaixonamos". Já tinha até o mash-up na cabeça com Você é Linda, do Caetano e Eu sei que vou te amar, do Vinicius. O MixPlay que tinha baixado na semana passada ia ser o programa perfeito pra isso.


Ela então sorriu e as covinhas se tornaram duas pérolas naquele rosto perfeito. Ele decidiu começar o vídeo com essa imagem, depois é claro, de um Fade In com fundo branco, pra não ficar pesado. Diminuiu o zoom, fez um giro, mostrou o cenário e voltou a câmera para ela. Tão linda! As mãos tão esguias, o rosto sereno, uma calma no olhar. Ela mexeu nos cabelos, começou a cantarolar uma música qualquer e a dançar no ar, sozinha... Ele pensando "Não se mexe tanto, vai ficar tremido..." Ela fez um gesto chamando-o para dançarem juntos, mas ele disse: _Não, baby, estou gravando, não está vendo?

Ela então veio dançando na sua direção. Ele pensou "Porra, estragou meu enquadramento, vou ter que reajustar o foco". Ela continuou andando em direção a ele e murmurou alguma coisa no seu ouvido. Aí ele explodiu: _ Merda, agora vou ter que legendar.

E foi embora... Pra sempre.

Um comentário:

Dona M. disse...

Ou 8, ou 80.